aprenda a montar um cardápio

Embora pareça uma atividade simples em um primeiro momento, montar um cardápio para restaurantes é algo que exige muito dos proprietários ou gerentes dos estabelecimentos. Para saber como montar um cardápio existem muitas questões que vão além da diagramação dos pratos e preços em uma folha de papel.

Áreas do conhecimento como a psicologia, o design e as boas práticas de comunicação devem ser levadas em consideração nesse momento e fazer parte da boa estratégia da elaboração de um cardápio para restaurantes.Para que você saiba como montar um cardápio e, também, otimizar sua performance, elencamos uma série de dicas práticas. Confira, a seguir!


Pense no seu público-alvo

O primeiro passo para desenvolver um cardápio é pensar no seu público-alvo, ou seja, naquilo que as pessoas esperam encontrar ao irem até seu restaurante.

No caso de um estabelecimento fino e que sirva pratos mais elaborados, por exemplo, o cardápio deve seguir o mesmo padrão de elegância.

Já no caso de estabelecimentos mais urbanos, como uma hamburgueria ou lanchonete, o cardápio pode ter um visual mais moderno e um layout arrojado.

Defina as informações-chave

Assim como os jornais e revistas destacam algumas citações para enfatizar informações, como frases marcantes de um entrevistado em uma matéria, o mesmo pode ser feito no cardápio do seu restaurante.

Por isso, você pode definir informações-chave, para que chamem a atenção de quem visualiza o menu. Pode ser utilizada a foto de um prato, um gráfico, uma ilustração, uma frase em uma caixa colorida, ou outros itens que sirvam como chamariz de atenção.

Utilize padrões de leitura

O design trabalha com um conceito chamado de “ponto ideal”, que é o local em que você pode colocar estrategicamente as informações do prato que mais deseja vender, como o carro-chefe do seu restaurante.

Esse local é geralmente o canto superior direito do cardápio, uma vez que as pessoas tendem a fazer a chamada leitura em Z, observando primeiramente esse ponto e, em seguida, a parte debaixo do menu.

Tenha estratégia ao utilizar as cores no layout

As cores utilizadas no layout também são relevantes para a elaboração de um cardápio para restaurantes. Para isso, pode ser utilizada uma técnica conhecida como psicologia das cores.

Esse estudo diz que nosso cérebro reage diferentemente de acordo com as cores que visualiza. Cores como o vermelho e o amarelo, de acordo com essa teoria, são indicadas para restaurantes por causarem a sensação de fome em quem as visualiza.

Desse modo, podem ser utilizadas combinações dessas cores com outras, para chamar atenção do cliente para pontos específicos do cardápio.

Conte com o apoio de um software para precificar os pratos

Uma das partes mais importante de um cardápio, os preços dos pratos, também precisam ser muito bem pensados antes de serem divulgados. Para tanto, é preciso adotar boas práticas para precificar os produtos.

Além disso, vale constar no cardápio os alergênicos, como a presença de glúten ou lactose em alguns preparos.

Ter um software de gestão especializado em fichas técnicas de alimentos, precificação de receitas e tabela nutricional é uma ótima pedida para quem quer montar um cardápio.

O Menu Control pode lhe ajudar nessa jornada, do custo a tabela nutricional!

Experimente grátis, clique aqui!